terça-feira, 14 de março de 2017

O Deus da Paz !


Nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Divino Esposo, nosso Redentor e nosso Rei é antes de tudo o Deus da Paz, da paz que excede todo entendimento. 

Paz que não está no meio das cidades e entre as ambições e vaidades deste mundo perverso! 

Ele nos disse: A paz vos dou, deixo-vos a minha Paz! 

O homem contemporâneo, mergulhado no naturalismo e no hedonismo, não entende mais o significado desta paz. 

E por conta disso se joga num ativismo frenético onde não há lugar para a solidão e para o silêncio com o Amado. 

Em contrapartida o mundo engana de tal modo as pessoas que, na sua vaidade e egoismo, fugindo do silêncio e da solidão, são todos precipitados no vazio e no desespero de uma solidão sem Deus! 

Para encontrar a Paz de Deus é preciso habitar no deserto... 

O Deserto é um estado de espirito muito mais que um lugar pois pressupõe a vitória do espírito sobre a matéria, da  virtude sobre a concupiscência, da graça sobre todo pecado. 

Paz que excede todo entendimento. 

O que é esta paz? A vida da Trindade em nós! O Senhorio de Jesus sobre as nossas almas. A habitação do Espirito Santo em nosso ser! 

Esta misteriosa inabitação da Trindade em nós... 

Que se faz no silêncio, na solidão, na oração contínua e fervorosa, perseverante. Através do Santo Sacrifício da Missa e da Comunhão do Corpo e Sangue de Jesus. Dos seus divinos sacramentos. Do Ofício Divino e do trabalho humilde e silencioso. 

Esta é a paz do deserto! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário