domingo, 9 de abril de 2017

Viver o Getsêmani


Caminhando com Jesus pelo Jardim das Oliveiras... Vejo todo o sofrimento do Divino Redentor e minha alma escolhe permanecer em silencio, absorta neste grande mistério, enquanto contemplo todas as dores que Ele sentiu pela visão dos sofrimentos e pelo abandono dos seus... Divino Redentor meu, Jesus, Esposo de minha pobre alma, aceite meu silencio como forma de união à vossas dores e deixai-me permanecer aqui enquanto outros preferem estar bem com os que te perseguem, acusam e condenam! Meu silencio é união de amor... É adoração, louvor, ação de graças profunda e reparação por todos os pecados. Olho à nossa volta Jesus e vejo essa multidão de anjos enquanto as almas correm para as futilidades e prazeres deste mundo ou suas conveniências e acordos que implicam sempre na traição por nada mais que trinta moedas de comodidade e conforto! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário