terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

VELAS DE CERA DE ABELHA





Ajude o Eremitério da Santíssima Trindade adquirindo velas de cera de abelha, tamanho único de 20 cm de comprimento e 10 cm de diâmetro. Os interessados entrar em contato pelo facebook via inbox ou pelo e-mail eremiteriodasantissimatrindade@gmail.com. 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

MMXVII Quadragesima anno Domini



Quaresma 2017

Um apelo ao silêncio e ao recolhimento. Jesus esta no deserto em oração. Permaneçamos com Ele em adoração e reparação. 

Intensificar o jejum, as mortificações e penitências sempre com a aprovação do Diretor Espiritual, e principalmente a vida de oração. 

Via sacra. 

Acompanhar os passos de Jesus. Viver com Ele de modo mais intenso sabendo que em breve Ele será entregue por nossos pecados e misérias. 

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Unio cum Deo



A vida de união com Deus pressupõe o desapego de toda criatura. 

Não se pode unir a Deus em oração e pela virtude da caridade se o coração esta apegado as coisas deste mundo.

Esta vida, que passa pela oração mais profunda, nos leva à mortificação dos sentidos, as austeridades que castigam a carne e elevam o espírito. Ela passa pelo desterro, pelo jejum, pela penitência, por uma vida regrada. 

A união com Deus nos faz buscar a solidão, o silêncio, um perfeito recolhimento e principalmente um completo desprezo pelo mundo com todas as suas vaidades. 

Quem quer unir-se a Deus em oração guarda sua alma, mantem sua vida na cela e permanece continuamente na presença de Deus. 

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Perfectio vitae solitarius

Quem busca o eremitério deve desvencilhar-se de toda idéia romântica sobre este gênero de vida, pois que outra coisa não é ele senão a via estreita que leva ao céu, impregnado de renúncias, jejuns, mortificações e penitencia. 

Por esta razão São João da Cruz dá uma excelente lição no prólogo da Subida do Monte Carmelo:

"As ditosas almas destinadas a chegar a este estado de perfeição devem, de ordinário, afrontar, trevas tão profundas, suportar sofrimentos físicos e morais tão dolorosos, que a inteligência humana é incapaz de compreendê-los e a palavra de exprimi-los. Somente aquele que por isso passa saberá senti-Io, sem todavia poder defini-lo".

O caminho, de ordinário, é o dessa Noite Escura, que devemos abraçar como a Santa Cruz de Nosso Senhor. Caminhando com resignação e paciência, sofrendo em união com Nosso Senhor e nos passos de Nossa Senhora. 

Desapegando de tudo e de todos. Lembrados do dito de Santa Teresa de Jesus: "Quem a Deus tem nada lhe falta. Só Deus basta"!




sábado, 18 de fevereiro de 2017

Si revera Deus quaerit

Buscar a Deus é o bem supremo. Eu por mim, julgo-o superior a todos os bens da alma. Primeiro entre os dons, é o começo de todo o progresso.

Não é coisa que se venha a ajuntar a uma virtude, e a nenhuma é inferior. A que virtude se ajuntaria aquela que nenhuma outra é precedida? A qual cederia o passo aquela que é antes o remate de toda a virtude? 

A que virtude poderia aspirar quem não buscasse a Deus? E a quem busca a Deus, como fixar um termo desta busca?

Buscai a face de Deus. Quem O tiver encontrado, nunca deixará, diz a Escritura, de O buscar. 

É pelo desejo, não pelos movimentos do corpo que se vai a Deus. E a felicidade de ter encontrado a Deus não acalma o desejo, antes o aviva. Acaso diminui o desejo a perfeição da alegria? Não; é óleo no fogo. Que o desejo é uma chama. Sim, realmente, a alegria será completa, mas sem pôr termo ao desejo nem, consequentemente, à busca. 

Tenta, se podes, representar-te o zelo da busca, sem ajuntar-lhe a idéia da indigência; imaginar um desejo sem mescla de ansiedade. Visto a presença excluir a busca, a abundância acaba com o desejo.

São Bernardo, Abade - In Cantica, Serm. LXXXIV, 1 - citado por Dom Columba Marmion em Jesus Cristo ideal do monge. 

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

AJUDE O EREMITÉRIO DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Deposite sua ajuda no Banco Itau, agencia 9093 - conta corrente 30.689-3 - Titular: Luis Claudio Viana da Silva. Para TED ou DOC pedir dados complementares via inbox pelo FACEBOOK: https://www.facebook.com/eremiteriodasantissimatrindade/

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Recumbens ille supra pectus Jesu

Reclinado sobre o peito de Jesus. 

O que faz um eremita no deserto? Ele ama. Ama profundamente a Deus. E por isso, permanece sempre aos pés de Jesus. 

Permanece sempre reclinado sobre o seu sagrado peito. Em adoração e louvor. Bendiz a todo momento o seu Amado.

Quando se levanta de madrugada para cantar Matinas e durante o dia vai sete vezes no coro ele o faz por amor ao Divino Esposo. 

Permanece em sua cela recolhido puramente por amor. 

Foi por amor que escolheu afastar-se do mundo e é por amor que vive em silêncio, guardando a estabilidade do seu deserto, em pobreza, castidade e obediência. 

Fez voto de converter-se todo dia ao Senhor por amor do Amado. 

Vive escondido, sem reconhecimento, porque para ele só importa os olhos do Esposo.

E é na vida simples, desapegada, pobre, confiante na Providencia, que o eremita vive seu amor por Jesus. 

E o segredo é esse: viver reclinado sobre o peito sagrado de Jesus. Que alegria e que felicidade maior pode existir nesse mundo? 

Nada se compara a poder ouvir as batidas do Coração de Jesus quando se mantem reclinado sobre o seu sagrado peito!

Isso é viver de amor. 

Tal como o Santo Apóstolo João. Tal como nosso venerável Pai São Bento, São Bruno, Santa Teresa do Menino Jesus... e tantos outros amantes. 

Essa é nossa divisa: recumbens ille supra pectus Iesu. 




sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Ordo monachorum ad usum in eremo

Nada antepor ao amor de Cristo. Nada antepor ao Oficio Divino. Com estas recomendações de Nosso Venerável Pai São Bento mantemos como ordo: 

03:00 - Levantar


03:15 - Matinas
06:00 -Laudes
07:00 - Prima e Capítulo
09:00 -Terça
12:00 - Sexta
15:00 - Noa
18:00 - Vésperas
19:00 - Completas e Grande Silêncio.

Jesus Cristo ideal do monge. O monge deve cerrar os ouvidos a todo barulho do mundo e das paixões. Guardar um silêncio perfeito. Manter o recolhimento e completo desprezo pelas coisas do mundo. Deve desapegar-se de tudo e de todos. Viver apenas sua vida escondida com Cristo em Deus. Guardar a clausura e principalmente a vida na cela. Permanecer aos pés de Jesus conforme o exemplo de Maria irmã de Lázaro. Saber que deve viver de amor, dilatando dia a dia, pela ação da graça, a intimidade com Deus que se dignou atrair o monge ao deserto para estar sempre com ele.